Duas décadas de e-commerce: quais suas transformações na Supply Chain?

Por Rodrigo Zero
By 7 de julho de 2018Artigo Diagma

O e-commerce já deixou há muito de ser sinônimo de novidade. De fato, sob a perspectiva do ano 2017, é difícil imaginar a antiga organização da Supply Chain das empresas antes do advento dos clientes online. Mas, diante do turbilhão de mudanças, parar para refletir sobre o tema é bastante interessante – o que de fato mudou? Como chegamos até aqui? E para onde o comércio eletrônico está levando os profissionais da Supply Chain?

Nesta série de artigos mensais, buscamos explorar os impactos duradouros do e-commerce – que já festeja seus 23 anos – na estratégia e no cotidiano da logística e Supply Chain das empresas. Faremos isso em 4 partes, ao longo do próximo mês.

No primeiro artigo, abordaremos a grande revolução das expectativas do cliente online – como ele se comporta em relação aos primórdios do e-commerce? O que ele espera como nível de serviço? E sobretudo, como ele trafega hoje entre mundo físico e mundo digital?

Na sequência, revisitaremos essas expectativas sob a ótica do tipo de produto comercializado via internet. Por que o e-commerce é norma hoje para alguns setores de atividade, e por que outros – como o alimentar – enfrentam tantas barreiras? Veremos que dentro do universo do e-commerce existem mundos variados, com desafios de Supply Chain completamente diferentes.

Na terceira parte dessa série, voltaremos nosso olhar para a adaptação das operações logísticas para atender esses desafios. Os centros de distribuição de hoje lembram cada vez menos os CDs do passado – para além da tecnologia, veremos que isso está fundamentalmente ligado a uma revolução no perfil dos pedidos. E, falando em revolução, não deixaremos de abordar aqui o panorama dos transportes.

Por fim, no quarto e último artigo, aproveitaremos o gancho dos transportes para observar como o e-commerce está modificando o tecido urbano. À medida em que diminui o movimento nas lojas físicas tradicionais e aumenta a demanda por áreas de processamento de pedidos (os chamados fulfillment centers), as cidades não escaparão intactas.  O que esperar disso? O e-commerce produzirá metrópoles quase desertas, onde as pessoas não saem mais de suas casas às compras? Ou reinventará a cidade, reciclando o espaço urbano para novos usos?

Essa reflexão continua no próximo mês, com a 1ª parte dessa série de artigos. Não perca!

Confira os demais artigos do Rodrigo Zero nos links a seguir:

Expectativas dos Clientes: https://www.diagma.com.br/duas-decadas-de-e-commerce-e-suas-transformacoes-na-supply-chain-como-evoluiram-as-expectativas-dos-clientes/

Tipos de Produtos: https://www.diagma.com.br/supply-chain/

Revolução da Logística: https://www.diagma.com.br/duas-decadas-de-e-commerce-e-suas-transformacoes-na-supply-chain-uma-revolucao-da-logistica/

Impactos para as cidades: https://www.diagma.com.br/duas-decadas-de-e-commerce-e-suas-transformacoes-na-supply-chain-quais-impactos-para-as-cidades/

    10 Dicas para melhorar o desempenho do seu
    centro de distribuição





    ×

      8 Dicas para melhorar a sua previsão de demanda




      ×

        10 Dicas para otimizar seu estoque
        e melhorar o serviço ao cliente




        ×

          10 Dicas para reduzir seu custo de frete




          ×

            10 dicas para posicionar os produtos
            em seu centro de distribuição




            ×

              8 Dicas para otimizar a sua necessidade de capital de giro




              ×

                10 dicas para aplicar a metodologia
                ágil em seus projetos de Supply Chain





                ×

                  A chegada da Supply Chain digital




                  ×

                    As oportunidades para Supply Chain ainda são enormes




                    ×

                      Apesar de a era digital estar cada vez mais consolidada




                      ×

                        Material Ecommerce




                        ×

                          Previsão de demanda




                          ×

                            Desenho da rede de distribuição e construção




                            ×

                              Master data management




                              ×

                                Aumento da produtividade operacional




                                ×

                                  Implantação do serviço de atendimento ao consumidor




                                  ×

                                    Warehouse managament system - WMS




                                    ×

                                      Transformar a logística interna das lojas




                                      ×

                                        Desenho da rede de distribuição




                                        ×

                                          Transformar e adaptar a Supply Chain




                                          ×

                                            Desenho do centro de distribuição




                                            ×

                                              Terceirização das operações logísticas




                                              ×

                                                ME B2B Summit - Sustentabilidade em Compras




                                                ×
                                                SSL Encrypted Copyright © 2019 Todos os direitos reservados.